Translate

sábado, 15 de fevereiro de 2014

MENSAGENS DE MEIMEI


Acalentas
nos braços o filhinho robusto que o lar te trouxe e, com razão, te
orgulhas dessa pérola viva. Os dedos lembram flores desabrochando, os
olhos trazem fulgurações dos astros, os cabelos recordam estrigas de luz
e a boca assemelha-se a concha nacarada em que os teus beijos de
ternura desfalecem de amor.
Guarda-o, de encontro ao peito, por
tesouro celeste, mas estende compassivas mãos aos pequeninos enfermos
que chegam à Terra, como lírios contundidos pelo granizo do sofrimento.
Para muitos deles, o dia claro ainda vem muito longe...
São
aves cegas que não conhecem o próprio ninho, pássaros mutilados,
esmolando socorro em recantos som­brios da floresta do mundo... Às
vezes, parecem anjos pregados na cruz de um corpo paralítico ou mostram
no olhar a profunda tristeza da mente anuviada de densas trevas.

quem diga que devem ser exterminados para que os homens não se
inquietem; contudo, Deus, que é a Bondade Perfeita, no-los confia hoje,
para que a vida, amanhã, se levante mais bela.
Diante, pois, do teu
filhinho quinhoado de reconforto, pensa neles!... São nossos outros
filhos do coração, que volvem das existências passadas, mendigando
entendimento e carinho, a fim de que se desfaçam dos débitos contraídos
consigo mesmos...
Entretanto, não lhes aguardes rogativas de compaixão, de vez que, por agora, sabem tão-somente padecer e chorar.
Enternece-te e auxilia-os, quanto possas!...
E,
cada vez que lhes ofertes a hora de assistência ou a migalha de
serviço, o leito agasalhante ou a lata de leite, a peça de roupa ou a
carícia do talco, perceberás que o júbilo do Bem Eterno te envolve a
alma no perfume da gratidão e na melodia da bênção.

MEIMEI (FRANCISCO C. XAVIER).
 
 
 



Se você não perdoar hoje.
Amanhã, por certo,
O seu dia será mais escuro,
Seus passos estarão menos firmes,

Seus problemas surgirão mais complexos,
Sua mágoa doerá muito mais.
Se você não perdoar agora,
Que será do seu caminho, depois?

Desculpe enquanto é tempo.
Esqueça o mal para que o mal não se lembre de ti.
O incêndio da aflição devasta a consciência que
não conseguiu bastante força para lavar-se nas águas
vivas da grande compaixão.

Quem não perdoa os erros dos semelhantes, condena a
si mesmo.
Quem não olvida as ofensas, transforma-se num fardo
de crueldade.

Descerre a janela de sua compreensão cristã para o
ar livre do bem que tudo renova, tudo aproveita e
tudo santifica e, auxiliando ao nosso irmão do caminho,
quantas vezes se fizerem necessárias, nossa romagem

para Jesus não sofrerá tropeços e crises, porque,
usando o amor para com os outros, seremos,
gradativamente, convertidos em felizes instrumentos
do Amor de Nosso Pai Celestial.


MEIMEI ( FRANCISCO C. XAVIER )
 
 

Lembranças
O mundo em que vivemos é propriedade de Deus.
Devemos agradecer as bênçãos de Nosso Pai Celestial, todos os dias.
O coração agradecido ao Senhor espalha a bondade e a alegria em seu nome.
Jesus rendia graças a Deus, auxiliando o próximo.
A
Natureza diariamente glorifica a Divina Bondade, na luz do Sol, na
suavidade do vento, no canto das aves e no perfume das flores.
Quem ajuda às plantas e aos animais revela respeito e carinho na Criação de Nosso Pai Celestial.
Devo ser bom para com todos, porque Deus tem sido infinitamente bom para comigo, em todas as ocasiões.
Quem trabalha com alegria mostra reconhecimento ao Céu.
Cooperando de boa-vontade com os outros, estaremos servindo a Deus.

Chico Xavier pelo Espírito Meimei.

Da obra: Pai Nosso
 


De caminho em Caminho
Segue fazendo o bem.
Provavelmente, não te faltarão espinhos e
pedras. Pedras, no entanto, servem nas
construções e espinhos lembram rosas.
Não percas a oportunidade de auxiliar.
Se alguém te lança entraves à marcha,
não te vincules à idéia do mal.
Reflete na Bondade de Deus e caminha.
Não acuses a ninguém.
Compadece-te e age amparando.
Quem te pareça no erro, unicamente
haverá estragado em si mesmo o sonho de
amor e aperfeiçoamento com que nasceu.
Não gastes tempo, medindo obstáculos
ou lastimando ocorrências infelizes.
Ouve as frases do bem que te induzem
à frente e esquece tudo aquilo que se
te representa por apelo à desistência
ou desânimo.
Alguns dos minutos das horas de que
disponhas, investidos no reconforto aos
irmãos emparedados no sofrimento,
ser-te-ão contados por créditos de
alegria e de paz.

Meimei (Francisco C. Xavier).
 
 

PACIÊNCIA!
Meimei

Não te afastes da paciência quando as dificuldades se agravem.
Ainda que provações inesperadas te espanquem o coração, conserva a
serenidade e segue adiante, agindo e servindo.
É por isto que a tempestade pode rugir à noite, mas não existem forças
na Terra que impeçam, cada dia a chegada de novo amanhecer.

Livro Agenda de Luz - Francisco Cândido Xavier

Nenhum comentário: